Automatizando Pagamentos com PIX

Se vamos automatizar os processos da empresa para melhorar o resultado financeiro, uma das alternativas é automatizar os pagamentos. Como queremos automatizar os pagamentos evitando as taxas sempre que possível, a melhor forma é utilizando o PIX.

Imagine que sua empresa precisa pagar comissões para vários vendedores. Você poderia ter um ERP que faça todo esse controle, ou envie arquivos de remessas para o banco, mas nem sempre você tem tudo isso integrado e vários deles ainda não fazem pagamento utilizando o PIX.

O que eu devo saber antes de automatizar processos de pagamento

Antes de começarmos a colocar a mão no código, precisamos ter alguns cuidados para implementar.

  • Sempre que possível evite pagamentos 100% automáticos

Mesmo depois dos processos testados e validados por toda equipe pode não ser uma boa ideia trabalhar com processos 100% automatizados. Você pode ter algum problema na sua origem de dados que pode causar um pagamento errado. Sempre que possível, crie alguma ferramenta para que um usuário responsável possa aprovar o pagamento.

Outro fato é que a aprovação acaba criando uma “segunda camada de segurança”, evitando que uma operação indevida pode ser feita por alguém que tente burlar o processo de entrada de dados.

  • Faça auditoria de todos os pagamento

Na verdade, qualquer entrada de dados no ambiente de bigdata deveria ser auditada. Mas é sempre bom lembrar que quando se trata de movimentação saída de dinheiro é extremamente importante para melhorar os processos de auditoria interna e detecção de fraude.

  • Faça o máximo possível de cobertura de falhas

Um processo automatizado (ou parcialmente automatizado) poderá sofrer falhas. Pode acontecer de não haver saldo, o pagamento ser recusado, o destinatário inválido, você não receber confirmação do pagamento… enfim. Existe uma infinidade de problemas que podem ocorrer neste processo e cabe a você garantir que caso haja alguma dessas falhas algum profissional do financeiro deverá ser notificado.

O que é o PIX?

O Pix foi criado pelo Banco Central como um novo sistema de pagamentos instantâneos. Assim que a operação é finalizada o dinheiro é transferido, sem taxas (até o momento em que este post foi escrito) e disponível em qualquer horário do dia.

Porque Gerencianet?

A gerencianet é a maior e mais completa solução de API desenvolvida no mercado. Além de possuir uma documentação completa e detalhada. A Gerencianet é um Provedor de Serviços de Pagamento (PSP) autorizado pelo Banco Central do Brasil. Com ela você pode pagar e receber com Pix, emitir cobranças para seus clientes via boleto, carnê, cartão de crédito, links de pagamento e assinaturas e realizar movimentações financeiras. Você também vai possuir uma conta digital que facilitará a movimentação das transações.

É necessário utilizar um intermediário como a Gerencianet para esta transação

Se sua empresa tem uma equipe de desenvolvedores ou se você deseja vender uma solução como essa, pode fazer sentido construir tudo que a gerencianet faz. Nós desenvolvedores temos o costume de querer construir tudo do zero, mas isso pode se tornar um barato que sai caro. Pagar uma solução pronta neste caso será menos trabalhoso, mais seguro e você poderá responsabilizar a empresa caso algo errado aconteça e contará com o suporte de uma empresa que está autorizada pelo Banco Central para realizar essas transações.

Considerações Finais

Incluir opções de pagamento na sua plataforma integrada é sempre uma boa ideia. Isso fará você ter maior controle e reduzir custos com tarifas bancárias. Além de ter mais opções você ganha com as facilidades e disponibilidade de recurso que o PIX oferece

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *